Sobre Mim

Para começar aqui, vou me apresentar e contar um pouco da minha história e trajetória 🙂

Bom, meu nome é Camila Apicella, tenho 28 anos e estou numa luta contra o sobrepeso/obesidade.
Quando era criança, tinha uma vida muito ativa. Praticante de ginástica olímpica na escola, nadadora, jogadora de basquete e handebol pela escola também. Treinava desde os 7 anos de idade!
Quando fiz 14 anos me encontrei numa situação complicada: eu não tinha mais vontade de sair de casa. Comecei então recusar todos os convites de saída, parei de ver pessoas, não saia mais de meu quarto, faltava a escola (com as notas já afundadas). Foi então que o psiquiatra diagnosticou um quadro de depressão e me deu remédios.
Com isso, larguei toda minha vida, meus treinos que eu tanto amava… Passei a viver trancada no quarto comendo mais besteiras do que vocês podem imaginar!
Aos 16 pesava 130kg, tinha retirado a vesícula, tinha esteatose hepática, pressão alta, pré-diabetes, colesterol elevado, ovários policísticos e várias alterações hormonais.

Quando fiz 18 anos eu resolvi mudar de vida. Voltei a estudar, mudei a minha alimentação e entrei pra academia.
Em menos de um ano eu já havia perdido 45kg! (apesar da foto abaixo ser do meu aniversário de 22 anos, eu consegui manter por anos o peso perdido) ?

Porém nem tudo são flores. Obcecada por um corpo padrão de “revista”, eu cometi muitas loucuras. Não me enxergava magra, sempre me via com aquela imagem deturpada, uma imagem que não era real: me achava extremamente gorda ainda!
Dentre as loucuras que cometi, nada se compara ao período que fiquei sem comer e treinando mais de 4 horas por dia.

Sim, fiquei magra… mas estava doente da cabeça! Ficar sem comer não é saudável. Vivia com fraquezas, sem energia, anemia e etc. Porém acho que o pior de todos os meus exageros, foi ter machucado meu joelho, pois pegava muito pesado na academia.

Em 2016 foi o ápice de tudo. Meu joelho já não me permitia lutar (eu treinava Muay Thai). Além disso, passei por um relacionamento abusivo, que acabou com toda minha alto estima.

Voltei a comer compulsivamente, pois além de tudo isso, eu estava enfrentando muitos outros problemas, e tentando não cair em depressão novamente. Tudo, absolutamente tudo, eu descontava na bebida e na comida; e em um piscar de olhos, a balança apontou: 30kg a mais e todos os problemas de saúde de volta.

Demorei muito para criar forças e poder sair do buraco que me enfiei.
Passei por um psiquiatra, por um ortopedista para me ajudar com o joelho, por uma nutricionista e por um educador físico. Dessa vez eu não quis mais fazer sozinha, dessa vez eu pedi ajuda!

O Blog foi criado na intenção de me ajudar nessa jornada. Quero voltar para meu curso na faculdade de Nutrição, pois percebi que acima do peso ou não, eu não posso deixar que isso influencie toda minha vida. Minha felicidade não está em um número na balança, e mais que qualquer outra coisa, o que eu quero é minha saúde de volta!